TECB11

ETF das principais empresas de tecnologia com foco no Brasil

Sobre o índice

O Índice de Ações Tech Brasil replica uma carteira de empresas que atuam no setor de tecnologia com sede ou com parte relevante de suas operações no país. O Índice possui exposição à três segmentos dentro do setor de tecnologia:

  1. Intermediação financeira (financial deepening):

    Desenvolvimento de sistemas de intermediação financeira e serviços digitais.

  2. E-Commerce:

    Companhia com vendas digitais representando ao menos 50% da receita e companhias integradas na cadeia de valor de e-commerce.

  3. Software, Hardware e Dados:

    Desenvolvimento, produção e comercialização de software, hardware e equipamentos de tecnologia; Serviços de tecnologia, incluindo gestão e análise de dados, gestão de sistemas operacionais de segurança da informação e de internet.

Gráfico que representa a diversificação do índice
Gráfico que representa a diversificação do índice

Conheça algumas das empresas com participação no TECB11

Logo do Mercado LivreLogo da MagaluLogo da StoneLogo do Banco InterLogo do CieloLogo do PagSeguro
Logo da TotvsLogo da LocawebLogo da MeliuzLogo da InfraCommerceLogo da IntelbrasLogo da Enjoei

Vantagens do TECB11

Icone de celular

Foco em Tecnologia

Enquanto o Nasdaq-100 e S&P500 possuem, respectivamente, 55,2% e 27,8% da carteira em ações de tecnologia, o Ibovespa possui apenas 1,2% e o SMLL apenas 5,4%, considerando os critérios de classificação setorial utilizado pelos próprios administradores dos índices. O ETF TECB11 é um instrumento que busca proporcionar ao investidor uma maior exposição ao setor de tecnologia de maneira diversificada e, equiparando a exposição setorial dos principais índices globais, diminuir o tech gap.

Icone do símbolo alfa

Alpha

O setor de tecnologia tem sido o principal gerador de retorno nos principais índices globais. Com o avanço dos IPOs de empresas brasileiras de tecnologia, acreditamos que agora é a hora do setor de tecnologia no Brasil.

Icone de gráfico pizza

Diversificação

É um ETF com 25 empresas locais e BDRs, proporcionando uma carteira diversificada nas teses de financial deepening (serviços financeiros e intermediação financeira), avanço do e-commerce e desenvolvimento, produção e comercialização de software, hardware e equipamentos de tecnologia.

Índices tradicionais oferecem baixa exposição a tech

Gráfico que representa a diversificação dos índices tradicionais
Gráfico que representa a diversificação dos índices tradicionais

Índice de Ações Tech Brasil vs Ibovespa

Gráfico que representa a diversificação dos índices tradicionais
Gráfico que representa a diversificação dos índices tradicionais

O que são ETFs

ETF significa Exchange Traded Fund ou fundo negociado em bolsa. Seu objetivo é replicar um determinado indicador financeiro para proporcionar rentabilidade similar. Assim como outros fundos de investimento, os ETFs são compostos de cotas. Cada cota possui uma pequena fração de todos os ativos que formam o índice de referência. A principal diferença entre um ETF e um fundo de investimento tradicional é que as cotas dos ETFs são negociadas na bolsa de valores (no caso do mercado brasileiro, a B3).

ETF paga dividendos?

Já que um ETF é formado por ações de empresas, inclusive as que pagam dividendos, ele também proporciona esse pagamento para seus cotistas? A resposta é: sim, mas de forma indireta.

Quando uma ação que faz parte de um ETF paga dividendos, esse valor é incorporado ao patrimônio do fundo. Funciona mais ou menos como um reinvestimento automático dos dividendos.Por isso, quem investe em ETF não consegue sacar somente os dividendos do seu investimento, apenas o valor completo da aplicação.

Inscreva-se para receber informações sobre o TECB11

Carregando...